Temporada 2018
junho
s t q q s s d
<junho>
segterquaquisexsábdom
2829303112 3
45 6 7 8 9 10
11 1213 14 15 16 17
181920 21 22 23 24
2526 27 28 29 301
2345678
jan fev mar abr
mai jun jul ago
set out nov dez
PRÓXIMOS CONCERTOS
Hector BERLIOZ
Romeu e Julieta, Op.17: Romeu só - Grande Festa na Casa dos Capuletos
Carl Maria von WEBER
Peça de Concerto para Piano em fá menor, Op.79
Francisco MIGNONE
Fantasia Brasileira nº 4
Pyotr Il'yich TCHAIKOVSKY
Romeu e Julieta - Abertura-fantasia
George BENJAMIN
Octeto
Franco DONATONI
Arpège – Para Seis Instrumentos
Eduardo Guimarães ÁLVARES
Bricolage: Homenagem a Mauricio Kagel
Igor STRAVINSKY
Dumbarton Oaks - Concerto em Mi Bemol Maior Para Orquestra de Câmara
Aleksandar RAICHEV
O Bosque do Inverno
Hristo NEDYALKOV
Canção da Amizade
Parashkev HADJIEV
Boa Noite
Melodia BÚLGARA
Radi para Radka falava
Panayot PIPKOV
Tagarela Cotovia
Melodia AUSTRÍACA
Maria costurar
Melodia MEXICANA
Chapanecas
Antonín DVORÁK
Meu Doce Lar
Melodia FRANCESA
Ao findar de mais um dia
Cânone Inglês do Séc.XIII
Chegada do Verão
Melodia NAPOLITANA
Santa Lucia
Hino Acadêmico TRADICIONAL
Gaudeamus igitur
Orlando GIBBONS
Drop, drop, slow tears
Johann Sebastian BACH
A Paixão segundo São João, BWV 245: O grosse Liebe
Luca MARENZIO
Ad una Fresca Riva
Thomas MORLEY
April In My Mistress's Face
Josquin des PREZ
El Grillo
Wolfgang A. MOZART
Ave Verum Corpus, KV 618
Joseph HAYDN
Missa Breve a São João de Deus: Kyrie
Heitor VILLA-LOBOS
Rosa Amarela
O Canto do Pajé
SPIRITUALS
Go down Moses
Deep River
Down by the Riverside
Kenneth LEIGHTON
Crucifixus pro nobis, Op.38: Drop, drop, slow tears
Alfred SCHNITTKE
Concerto para Coro: Ó mestre de tudo o que vive
Gregorio ALLEGRI
Miserere Mei, Deus
Henryk GÓRECKI
Miserere, Op.44: Miserere nobis
Totus Tuus, Op.60
John TAVENER
Canção para Atena
PRAÇA JÚLIO PRESTES, Nº 16
01218 020 | SÃO PAULO - SP
+55 11 3367 9500
  • Temporada 2018 Estático
VALENTINA PELEGGI É ESCOLHIDA COMO ARTISTA EM ASCENSÃO PELA BBC MAGAZINE

A Regente em Residência da Osesp, Valentina Peleggi, foi citada na edição de abril da BBC Magazine como um dos três artistas em ascensão em 2018, ao lado da violinista americana Tessa Lark e do vibrafonista britânico Lewis Wright. Confira aqui.

 

Valentina é Regente Titular do Coro da Osesp e Regente em Residência da Osesp no biênio de 2017-2018. Após atuar em 2016 como Regente Assistente, professora da classe de regência na Academia da Osesp e preparadora do Coro, finalizou o ano aclamada pela crítica, recebendo o Prêmio de Melhor Regente do Ano pela APCA.

 

Recentemente, Valentina foi a ganhadora da bolsa de regência Charles Mackerras da Opera Nacional Inglesa (ENO), para as temporadas 2018/19 e 2020/21, além de ter ganhado o prêmio de regência do Festival Internacional de Campos de Jordão (2014) e a Taki Concordia Conducting Fellowship (2015-7). 

 

Atualmente, ela também é regente honorária do Coro da Universidade de Florença e Diretora Musical Convidada do Theatro São Pedro (São Paulo), para as Temporadas 2018 a 2021.

CONCERTO DIGITAL EM 360º E REALIDADE VIRTUAL

A Osesp fez sua primeira transmissão ao vivo da Temporada 2018, direto da Sala São Paulo no dia 22 de março.

 

A partir desta Temporada, o Concerto Digital conta com a tecnologia de 360º e Realidade Virtual. O espectador pode navegar livremente pela cena, utilizando o cursor, a tela touch ou os óculos especiais para Realidade Virtual, e assistir ao concerto de maneira única, imersiva, ao lado dos músicos e em lugares onde seria impossível até mesmo para uma câmera convencional.


O programa, regido pela nossa Titular e Diretora Musical, Marin Alsop, teve no repertório obras de Beethoven e contou com a participação do pianista Nikolai Lugansky.

 

A transmissão ao vivo foi simultânea aqui e nos canais oficiais da Osesp no Facebook e Youtube e as gravações continuam disponíveis para quem perdeu ou quiser rever.

 

Confira mais detalhes do programa aqui.

FUNDAÇÃO OSESP ADERE À CAMPANHA “CULTURA GERA FUTURO”

A Fundação Osesp é uma das entidades que se comprometeram a apoiar à campanha Cultura gera Futuro, promovida pelo Ministério da Cultura (MinC). Em suas ações, o projeto pretende mobilizar toda a produtividade do setor cultural do país.

 

Um país vocacionado para as atividades criativas: esse é o Brasil retratado na campanha. Por meio de diferentes meios de comunicação, o Ministério da Cultura buscará mobilizar a sociedade em torno do tema, que apresenta a Cultura como ativo de imenso potencial: gera emprego, renda e inclusão social, e tem papel fundamental na promoção de um desenvolvimento mais justo e sustentável.

 

A campanha chama a atenção para o fato de que, além da dimensão simbólica e do impacto na constituição da identidade nacional, na formação do capital humano e no estímulo à diversidade e à tolerância, a cultura é um setor estratégico da economia de qualquer país.

 

O setor cultural e criativo tem hoje um impacto significativo na economia e grande potencial de contribuir ainda mais para o desenvolvimento socioeconômico brasileiro. As atividades criativas respondem por 2,64% do PIB do Brasil, colocando-se entre os dez maiores setores econômicos do país. Com 200 mil empresas e instituições, o setor gera cerca de um milhão de empregos diretos. Além disso, estudos apontam um crescimento médio das atividades criativas de 4,6% ao ano – mais do que o dobro da previsão de crescimento da economia brasileira.

 

Nesse contexto, os mecanismos de fomento do setor cultural, especialmente a Lei Rouanet, assumem papel estratégico não apenas como propulsores do segmento criativo, mas como instrumentos de desenvolvimento econômico do país.

Um dos grandes destaques da campanha é o site #CulturaGeraFuturo, voltado para o tema da economia criativa no Brasil, com notícias, histórias de quem faz cultura no Brasil, agenda de eventos e cursos. Lá é possível conferir o vídeo do nosso Diretor Executivo, Marcelo Lopes.

 

As pessoas também podem acompanhar a campanha por meio de perfis no Facebook, Twitter e Instagram.